logo_avt6

Nas telas do cinema ele é quase imbatível por conta de seus superpoderes. E, claro, muito temido pelos inimigos! Mas tudo isso somente nas telas de cinema. No Maracanã, Joel Kinnaman foi apenas mais torcedor fã de futebol. Joel interpreta o famoso personagem Robocop na nova versão do filme dirigida pelo brasileiro José Padilha. Animado para ver o estádio lotado, ele ficou um pouco decepcionado com o público presente, mas a diversão dele foi garantida. Sem entender muita coisa em português, ele acompanhou o jogo tentando entender o que a torcida gritava.

- Eu sempre quis vir ao Brasil e estou muito animado de estar aqui. Mas hoje o Maracanã tem menos pessoas que imaginei, eu vi em algumas fotos e estava lotado! Quando cheguei fiquei meio decepcionado, mas o jogo é muito importante e o estádio é lindo! – disse.

- Ele pediu para eu traduzir um pouco o que o meu filho estava falando, mas o que o meu filho estava falando não dá pra traduzir na televisão (risos) – brincou José Padilha, também diretor de Tropa de Elite I e II.

Nascido na Suécia, Joel não quis muito falar sobre Copa do Mundo. A Suíça foi eliminada por Portugal nas Eliminatórias da Copa.

- Copa do Mundo? Eu não falo sobre isso (risos). Eu estava tendo um bom dia, mas agora você arruinou o meu dia. Ibra estava tão perto, ele marcou dois, todo mundo estava sentindo que ele estava quase marcando mais um e aí aquele c**** (risos)!!! Eu não quero falar sobre isso – brincou.

Já sobre o futebol brasileiro ele fala tranquilamente, mas a visão não é das melhores. A polícia entrou em campo após a polêmica sobre o gol do Vasco não marcado pelo juiz. Fato que despertou a curiosidade do ator.

– Estão prendendo os jogadores agora? Isso é normal no Brasil, certo? Que loucura! – disse ele, sem entender a razão de haver policias no campo após polêmica do gol do Vasco. – Achei que o Vasco tinha marcado, parecia que a bola tinha entrado.

No final da partida Joel encontrou com o presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello e recebeu uma camisa rubro-negra. Mas o estádio vazio e a péssima arbitragem não tiraram o entusiasmo do sueco pela Copa do Mundo do Brasil.

- Quanto à Copa, o futebol está voltando para sua casa então acho que vai ser uma coisa muito especial – disse.

O filme Robocop estreou no Brasil neste final de semana.

- É um filme internacional, atores americanos, mas o diretor é brasileiro, o fotógrafo é brasileiro, o montador é brasileiro, o compositor é brasileiro, a gente ganhou bastante recurso pra fazer um filme do nosso jeito – disse Padilha.

- É um filme brasileiro de 120 milhões de dólares – brincou Joel Kinnaman.

Fonte: GloboEsporte

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *